A estreia do especialista – C3 2009

c3-3
C3 2009

Proprietário de Citroën C3, estudante de música clássica, monta seu primeiro sistema de qualidade no som automotivo

Texto: Vitor Giglio
Fotos: Ricardo Kruppa

A   relação de Carlos Eduardo Prenda, 30 anos, com o som automotivo, não tem o mesmo enredo que a história da grande maioria dos aficionados. Nem mesmo de carro ele gosta tanto, e tem motivos para isso. “Eu não gosto de dirigir. Principalmente aqui em São Paulo, com este trânsito caótico”, conta. Mas já que é impossível fugir desta dura realidade, Carlos Eduardo tratou de se adaptar. “Já que somos obrigados a passar horas e horas dentro do carro, nada melhor que um som bem definido, de qualidade, para relaxar”, conclui.

E no quesito som de qualidade, Carlos Eduardo pode ser considerado perito. Estudante de música clássica desde os sete anos de idade, ele conta como desenvolveu seu primeiro projeto de som automotivo. “Até pouco tempo, eu só desfrutava do meu home theater. Nem tinha som no carro. Mas acabei experimentando um som mais simples no meu antigo carro, e quando comprei este C3 resolvi buscar algo mais elaborado”, conta.

O som “elaborado” existente em seu Citroën C3 2009 a que se refere é na verdade um sistema de áudio de extrema qualidade, composto apenas de produtos top de linha, e desenvolvido com muitos estudos e paciência pela loja S9 Customs. Wilson Godói, 30 anos, da S9, é quem descreve o serviço. “Esse projeto foi muito especial. Passamos cerca de dois meses experimentando equipamentos, verificando as variações e testando diversas opções até chegar ao resultado final”, explica.

Carlos Eduardo, por sua vez, explica o porquê de tantos cuidados e ajustes. “O que eu queria era aproximar o máximo possível o som do carro da qualidade de um home theater. E é claro que pelo fato do espaço físico do veículo não ajudar, isso é algo muito difícil de conseguir”. Todo o sistema de áudio foi projetado exclusivamente com o intuito de oferecer qualidade e definição sonora. A preocupação com a potência passou longe, neste caso.

Apenas áudio

Um CD player Clarion modelo DRZ 9255 foi selecionada como fonte de sinal do projeto. Wilson explica que o aparelho também não pode ser considerado um player simples. “Ele é top de linha da marca. Possui crossover ativo e funciona como equalizador também”. Na cabine do veículo, a reprodução dos sinais é exclusividade de um kit duas vias DLS da linha Scandinavia. Enquanto os tweeters do conjunto foram parar nas colunas, refeitas especialmente para eles com acabamento em fibra, os mid bass de 6.5” foram instalados nas portas dianteiras. Portas estas que receberam revestimento de manta asfáltica.

De forma discreta, o bagageiro recebeu os outros componentes do sistema. Entre eles, um módulo de potência DLS A5 de três canais. Enquanto um deles é destinado a amplificar o subwoofer, os outros dois canais se dedicam ao kit duas vias. Abaixo do estepe, montado em uma caixa selada com 30 litros, encontra-se o único tocador de graves do conjunto: um subwoofer, também da DLS, de 10”.

O compartimento abriga também distribuidor e porta-fusíveis assinados pela dB Drive. Já quem responde pela fiação paralela e pelos cabos RCA é a Audison. Para Wilson, o resultado alcançado é mais do que satisfatório. “Passamos muitos dias ouvindo e modificando pequenas coisas. Tudo para chegar a este resultado, que é praticamente um som residencial dentro do carro. Dá prazer dirigir ouvindo este som”, exclama.

High-end para todos os bolsos

Carlos Eduardo explica que um projeto de som de alta tecnologia pode ser mais acessível do que possa parecer. “Um bom som automotivo é mais trabalhoso do que um som em uma sala. Por isso para alcançar extrema qualidade, antes de tudo, é preciso recorrer a equipamentos de primeira linha. Mas isso nem sempre precisa ser tão caro. O meu projeto fica na casa dos R$ 15 mil, mas é possível ter um som de qualidade gastando tanto R$ 5 mil quanto R$ 100 mil”, explica.

Para o proprietário do C3, o fato de ser um especialista em música clássica não o coloca em vantagem em relação a outras pessoas que queiram experimentar um som high-end pela primeira vez. “Mais do que estudar música é preciso gostar dela e ir a bons shows. Assim você pode perceber de onde vem cada instrumento e se ele realmente toca como se estivesse na sua frente ou do seu lado”, define.

Tão fiel é o sistema de áudio do Citroën de Carlos Eduardo que o veículo participou das duas primeiras edições do campeonato de qualidade de som da Quality Sound, realizados na cidade de São Paulo. O proprietário revela que a inexperiência em eventos do tipo o levou cometer alguns deslizes nas duas oportunidades, mas que o C3 já está pronto para levar o caneco na próxima edição. “Falhamos em pequenos detalhes, mas já descobrimos e acertamos o que precisávamos. Agora é só esperar!”.

Quem fez:

S9 Customs. Tel. (11) 5044-7440

Sistema de som

CD player Clarion

DRZ 9255

Kit duas vias DLS Scandinavia

Subwoofer DLS

Amplificador DLS A5

Cabos Audison

*Matéria publicada na edição #126 da revista Car Stereo.