Customização de Chevy Tahoe 1998 é um belíssimo exemplo do estilo texano: tecnologia aliada ao rústico

Texto: Vitor Giglio
Fotos: Ricardo Kruppa

Esta Chevrolet Tahoe 1998, que ilustra a reportagem, pode não ser dos veículos mais conhecidos por aqui, mas faz parte de uma família renomada. A Tahoe é versão SUV de duas portas da Chevy Suburban, que por sua vez, pertence à linhagem das Silverado, da Chevrolet.

Andy Weaver, proprietário do veículo, optou por customizá-lo por um simples motivo: fã de hot rods e veículos potentes, o aficionado é conhecido por lá por unir estas duas características em seus modelos. Utilizar a potência e tecnologia presentes em picapes e SUV’s modernos, juntamente com customizações voltadas para o retrô, um estilo mais clássico, característico dos hot rods.

Para tudo!

Grande parte do projeto foi realizado pela oficina Hill’s Hot Rods, da cidade de Lubbock, Texas, pelas mãos de Jason Hill e sua equipe. Lá, os serviços tiveram início pela adesão de suspensão a ar independente nas quatro rodas. A Ridetech é a fabricante dos componentes de todo o conjunto. A carroceria recebeu um banho de PPG em dois tons de vermelho da linha Mopar e todos os frisos, borrachões e maçanetas foram dispensadas, de modo que as portas do SUV passaram a ser acionadas por controle remoto.

O para-choque dianteiro foi encurtado tanto em altura quanto em comprimento e permitiu a colocação de uma nova grade dianteira, personalizada especialmente para o modelo. Os retrovisores também foram feitos sob medida e faróis e piscas foram cristalizados. Para finalizar as modificações externas, foram utilizadas rodas Bonspeed de 24”, que rodam envoltas por pneus Nitto de medidas 265x35x24.

Cavalos selvagens

Sob o capô, com as modificações efetuadas, a SUB esbanja saúde: são 425 cavalos de potência no motor, um Corvette LS-6, que tem seu ímpeto segurado por freios Baer de seis pistões na dianteira e quatro na traseira.

O sistema dispõe de polias Billet Specialties e transmissão 4L60-E. O coletor, por sua vez, recebeu banho de cerâmica. As outras modificações ficam por conta do novo abafador Magna Flow e do tanque de combustível original, que foi reposicionado e se encontra algumas polegadas acima do local designado pelo fabricante.

Som e conforto

Quem embala o projeto é um CD player Kenwood DDX712. Todos os alto-falantes são assinados pela Infinity, modelo PR 630CS. Até mesmo os oito subwoofers que constam do projeto são oriundos da marca. Estes, da série Ref de 860W. Os módulos de potência foram fornecidos pela mesma marca, modelo Kappa 800X1. Já a Stinger é responsável pelo fornecimento de cabos e fios.

Considerado por seu proprietário uma customização estilo “street rod”, a Tahoe foi um dos destaques da parte externa de exposições na última edição do SEMA-Show realizado em Las Vegas. O híbrido entre a tecnologia e o rústico mostra que o novo e as raízes andam muito bem lado a lado.