Saiba porque compensa tanto ter um Honda Fit

Texto: Gear SEO Foto: Divulgação

Quando se pesquisa sobre a opinião de ex e atuais proprietários de um Honda Fit, percebe-se unanimidade num comentário: “É motor Honda, é confiável.” Impressionante como a montadora japonesa tem credibilidade dentro do nosso país.

Além do grande respaldo da marca, o modelo da nossa discussão, o Honda Fit, se destaca em várias outras frentes e, quase tão unânime quanto a segurança do motor, é a certeza de ter feito um bom negócio ao adquirir o carro.

Então, o presente artigo discorrerá sobre as razões que compensam ter um Honda Fit, para ajudar você que deseja adquirir o modelo, mas ainda está com dúvidas. Acompanhe a leitura.

Opinião de ex e atuais proprietários

Diz a sabedoria popular que não se deve levar em conta opinião de ex. Se é ex, então com certeza alguma coisa no caminho deu errado. Em parte, essa afirmação está correta… dificilmente um lado fala bem do outro depois da separação.

Porém, não devemos generalizar, em alguns casos, a opinião do ex é uma das mais válidas. Por exemplo, a relação do homem com o carro. O brasileiro culturalmente cuida do carro como se fosse parte da família, como um filho, – não como esposa – e não falamos mal dos nossos filhos, apenas discorremos verdades sobre eles.

E, os “pais” do Honda Fit têm muita coisa boa para falar. Não é difícil encontrar elogios calorosos sobre o carro e indicações de compra.

Se as pessoas que já foram proprietários morrem de amor pelo carro, os atuais donos são ainda mais explícitos e “rasgam seda” completamente quando estão falando do Honda Fit. O conforto e a forma agradável de dirigir que o carro proporciona são os maiores destaques para o atuais proprietários.

Parte mecânica do Honda Fit

Para não ficar apenas nas palavras, fomos olhar de perto o Honda Fit, e, analisando a mecânica entendemos melhor o porquê de tanta satisfação por parte do clientes, o modelo básico do carro conta com:

  • Motor 1.4 8 válvulas;
  • Potência de 80 cavalos;
  • Câmbio CVT (Transmissão Continuamente Variável);
  • 2 airbags frontais.

Considerando que muita coisa pode ser amplificada até chegar num modelo Top de Linha, o Honda Fit faz jus a tudo de positivo que falam sobre ele.

Design e conforto

Falar em design de um veículo Honda chega a ser repetitivo. A montadora japonesa sabe como chamar a atenção através das cores, formatos e detalhes dos seus carros.

Além disso, a Honda trabalha muito bem a publicidade em cima do glamour, fazendo com que o cliente entenda que ter um carro Honda o inclui num seleto grupo de proprietários de automóveis.

No mesmo nível do design está o conforto que o automóvel proporciona. Olhando de fora, o Honda Fit não parece tão espaçoso, mas é claramente uma visão errônea, pois, tanto o espaço interno para motoristas e passageiros quanto o do porta-malas são bastante satisfatórios.

A localização certeira do porta-copos e dos botões de utilidade (controle dos vidros) também favorece ao conforto – principalmente se formos comparar a outros modelos como Citroen C3.

Manutenção e custo

Para finalizar, se você ainda não está convencido de que o Honda Fit é um carro que vale a pena o investimento, saiba que o veículo é conhecido como o “inimigo número 1 dos mecânicos”.

É isso mesmo, as peças do Honda Fit são de longa durabilidade e, realizando as revisões normalmente, dificilmente o carro ficará parado numa oficina.

Adicionado a isso, temos a revolta dos donos dos postos de gasolina, pois o Honda Fit é um dos carros mais econômicos da categoria.

Em tempos de gangorra com o preço do combustível, ter um carro que faz em média 15 km na estrada é uma ótima opção.