Volvo Cars expande produção e revela nova estratégia na China

volvo-1
Volvo Daqing

País terá a principal unidade industrial exportadora para atender a crescente demanda nos Estados Unidos, Europa e Ásia-Pacífico

Texto: Redação
Fotos: Divulgação/Volvo

A Volvo Cars vai produzir o modelo topo de gama do S90, baseado em sua moderna plataforma modular para veículos grandes (SPA), na fábrica de Daqing, província de Heilongjiang, no norte da China. A marca também anunciou que a produção do sedã premium será transferida, no futuro, da Europa para o mesmo país asiático.

A fabricante sueca confirmou ainda que os atuais e futuros carros da série 60, de médio porte, serão igualmente concebidos na plataforma modular SPA na unidade industrial de Chengdu, província de Sichuan, na região oeste da China. Já a aguardada série 40, de veículos compactos e construída sobre a nova plataforma modular CMA (Compact Modular Architecture), será feita na planta atualmente em construção, em Luqiao, 350 km ao sul de Xangai.

A fábrica de Luqiao – que é de propriedade da Zhejiang Geely Holdings, mas operada pela Volvo Cars – vai produzir a nova gama da Volvo de carros compactos (baseados na série 40), bem como de veículos para a LYNC & CO, a nova marca lançada em outubro pela Geely Auto, destacando as crescentes sinergias industriais em desenvolvimento pelo grupo automotivo. “Com três fábricas – e a designação de uma linha de veículos para cada planta – a Volvo cria uma estrutura de produção eficiente, assegurando capacidade futura de crescimento”, disse Håkan Samuelsson, presidente e CEO da companhia.

A Volvo opera duas plantas na Europa, uma na Suécia e outra na Bélgica. A fábrica na Suécia, em Gotemburgo, vai continuar a produzir as séries 60 e 90 na plataforma SPA, enquanto a unidade em Ghent, na Bélgica, será a única a fabricar futuramente os novos carros da série 40 sobre a plataforma CMA.

Os detalhes da nova estratégia de produção da Volvo na China coincidem com o anúncio da fabricação da versão topo de gama do S90, a Excellence, dias antes de sua primeira aparição pública, marcada para o Salão do Automóvel de Guangzhou. A marca também está construindo uma nova fábrica na Carolina do Sul, nos Estados Unidos, que será responsável por produzier os novos modelos da série 60, baseados na plataforma SPA, para venda no mercado interno desse país e também para exportação.

O novo S90 será o carro mais luxuoso já feito na China. Ambas as versões serão construídas na fábrica em Daqing e exportadas para todo o mundo, demonstrando o alto nível de qualidade que sustenta a estratégia de manufatura global da Volvo.

Todas fábricas da companhia aderiram ao Volvo Car System Manufacturing (VCMS), utilizando normas globais de fabricação e qualidade da empresa.

A Volvo foi a primeira fabricante de automóveis do Ocidente a exportar veículos premium produzidos na China para os Estados Unidos, em 2015, com o S60 Inscription.